Quarta, 24 de Julho de 2024 22:49
(62) 9-9379-1543
Finanças e Contábil Finanças e Contábil

Conselho Federal de Contabilidade orienta sobre regulamentos de financiamento eleitoral

Com foco em transparência e ética, regras impactam candidatos e partidos

04/07/2024 16h08
Por: Redação
Conselho Federal de Contabilidade orienta sobre regulamentos de financiamento eleitoral

À medida que o calendário eleitoral de 2024 avança, o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) reforça a importância da conformidade com os regulamentos de financiamento eleitoral afim de evitar dor de cabeça. Essas questões são significativas e visam aumentar a transparência no financiamento das campanhas. Entre as principais normas regulatórias a serem seguidas estão:

Continua após a publicidade
Anúncio

Aumento da transparência nas fontes de financiamento: Candidatos e partidos são obrigados a divulgar mais detalhadamente as origens de seus fundos de campanha, incluindo a identificação de grandes doadores e a manutenção de registros detalhados de todas as contribuições financeiras recebidas.

Limites para contribuições individuais: Importante estar atento aos limites, as pessoas físicas podem fazer contribuições individuais para campanhas políticas em 2024 de até 10% dos rendimentos brutos do doador indicados no ano-calendário anterior à eleição.

Restrições a doações corporativas: As regras podem incluir regulações mais estritas ou proibições completas de doações corporativas para campanhas políticas, visando diminuir a influência corporativa na política.

- Financiamento público de campanhas: O aumento ou a introdução de medidas de financiamento público para campanhas proporciona aos candidatos uma base de financiamento proveniente de fontes públicas, buscando reduzir a dependência de grandes doações privadas.

O coordenador da Comissão de Contabilidade Eleitoral do CFC, Haroldo Santos Filho, comenta as implicações dessas regras. "As regulamentações são um passo fundamental para garantir que as eleições municipais de 2024 sejam conduzidas de maneira justa e transparente. É necessário que todos os partidos e candidatos estejam plenamente informados sobre como essas regras afetam o planejamento e a execução de suas campanhas."

Além disso, ele enfatiza a importância da preparação antecipada. "Aconselhamos que candidatos e comitês financeiros de campanha comecem o quanto antes a ajustar seus sistemas de contabilidade e reporte para atender aos requisitos. A transparência não é apenas uma obrigação legal, mas uma responsabilidade ética perante o eleitorado."

O CFC reitera seu compromisso em apoiar o processo eleitoral, garantindo que a contabilidade eleitoral seja conduzida com a máxima integridade e em conformidade com a legislação vigente. As regras são um marco na busca por eleições mais transparentes e equânimes, alinhadas aos princípios de justiça e igualdade que são essenciais para a democracia.

FONTE/CRÉDITOS: Caroline Veiga/Apex Conteúdo Estratégico

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mundo - Finanças e Contábil
Sobre Mundo - Finanças e Contábil
Blog relacionado ao mundo financeiro, dinheiro, contábil e de investimentos em geral. Traz assuntos relevantes para nossos leitores das finanças.
Brasília, DF
Atualizado às 22h01
18°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 26°

17° Sensação
1.03 km/h Vento
45% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (25/07)

Mín. 14° Máx. 26°

Tempo limpo
Amanhã (26/07)

Mín. 14° Máx. 27°

Tempo limpo